Audiência Pública: nas vésperas do aniversário da UFS quem ganhou o bolo foram os estudantes. E não foi de chocolate.

by

Audiência Pública é transferida para dia 26 de maio  Encontro tratará da contratação de professores, obras e restaurante universitário, entre outros pontos

O Reitor transfere, por motivo de incompatibilidade de agenda, audiência pública prevista para o dia 13 de maio, às 9 horas, no auditório da Reitoria, para o dia 26 de maio, a ser realizada no mesmo horário e local, com os seguintes pontos de pauta: 1) a expansão da UFS e a contratação de professores, a aquisição de equipamentos e a ampliação do espaço físico; 2) a questão da meia-passagem dos estudantes da pós-graduação, residentes do campus de Laranjeiras e os estudantes do Ensino a Distância; 3) a situação atual do Restaurante Universitário; 4) espaço físico para centros e diretórios acadêmicos; e 5) reestruturação do Hospital Universitário.

A Reitoria”

http://www.ufs. br/?pg=noticia&id=2347

Todo mundo aqui já tomou um bolo. E todo mundo aqui sabe que não é bom tomar um bolo. Imagine você marcar um encontro com uma semana de antecedência, se preparar durante toda a semana, comprando roupas novas, perfume, treinando o que vai falar quando encontrar a pessoa etc, e quando chega no dia a pessoa não aparece e você descobre só depois que ela tinha deixado de última hora, na noite da véspera do encontro, um recado dizendo que não iria por “incompatibilidade de agenda”. É pra se ficar muito puto, não é mesmo?

E o que dizer então quando o encontro é uma audiência pública com a reitoria? Quando o objetivo do encontro é conversar sobre as más condições da nossa universidade. Quando a comunidade acadêmica e toda a sociedade está no direito de receber explicações da reitoria sobre os diversos problemas que encontramos. Quando estudantes que acreditam na importância desse diálogo passam a semana abdicando do seu tempo de lazer, de descanso, passando nas salas e fazendo o possível e o impossível para divulgar essa audiência. E quando a reitoria, numa nota minúscula no site da UFS, em cima da hora, na noite da véspera de uma audiência marcada com uma semana de antecedência, diz que a audiência foi remarcada para mais de 10 dias depois por “incompatibilidade de agenda”, desrespeitando toda a comunidade acadêmica da UFS. É pra se ficar mais puto ainda, não é mesmo?

E aí então eu pergunto: incompatibilidade de agenda? Será mesmo? Será mesmo que o nosso querido REI-tor Josué Modesto só foi descobrir na noite anterior da audiência que não haveria espaço na agenda? E por que ele marcou essa audiência com uma semana de antecedência pro dia e horário específico então? Outra coisa, será que de fato o que o reitor foi fazer na quinta pela manhã era mais importante que uma AUDIÊNCIA PÚBLICA MARCADA COM UMA SEMANA DE ANTECEDÊNCIA COM A COMUNIDADE ACADÊMICA DA UFS E ABERTA A TODA SOCIEDADE? É inevitável, lendo todas essas perguntas só me vêem “não”s na cabeça.

Então, fica cada vez mais na cara que se tratou de uma manobra da reitoria para desmobilizar os estudantes. Para tentar enfraquecer todo o movimento que está sendo feito em prol de melhorias da universidade, desde toda a discussão no Fórum de Mobilização Estudantil sobre esses problemas, passando por todo o esforço em se organizar o ato público e terminando na dedicação dos estudantes em divulgar a audiência pública. Dos estudantes e SÓ dos estudantes. Vejam que esse tipo de coisa o “DAA Informa” não informa. Vejam que a reitoria, pateticamente, divulgou o cancelamento da audiência (“não venham, estudantes”) sem mesmo ter divulgado a própria audiência (que seria o “venham estudantes”), o que prova que o reitor Josué não quer meia com os estudantes, não quer diálogo nem nada que lembre democracia. É preciso ressaltar que durante toda a semana, estudantes que se organizam no Fórum de Mobilização Estudantil foram diversas vezes a reitoria em busca de um documento que comprovasse que a audiência estava marcada. Mas a gente recebia sempre como resposta um “volte depois” e por final um “ah, não precisa de documento não, a audiência tá marcada”. Ou seja, colegas, fica claro que já era sabido por parte da reitoria que não haveria audiência pública. Foi uma grande piada com a nossa cara. Foi uma grande piada com a cara dos estudantes da UFS. Foi uma grande piada com os professores e servidores. Foi uma grande piada inclusive com a sua cara também, que está lendo esse texto e faz parte da universidade.

Sim, estamos muito putos! Mas não adianta sentar e chorar. É preciso transformar toda a indignação em movimento. É preciso que nós estudantes não nos conformemos em sermos alvos de piada sem graça. É preciso mais ainda que compareçamos em peso à audiência do dia 26, para mostrar que se a reitoria adia audiência, NÓS NÃO ADIAMOS A MOBILIZAÇÃO!

Para saber os motivos da audiência pública, basta conferir:

Texto escrito por Jean Prestes
Acadêmico do 3º período de medicina da UFS

Anúncios

2 Respostas to “Audiência Pública: nas vésperas do aniversário da UFS quem ganhou o bolo foram os estudantes. E não foi de chocolate.”

  1. Fernando Says:

    Que texto ótimo, camaradas! Muito esclarecedor e engraçado… =)

    Muito legal vocês estarem divulgando essas informações e estarem resistindo ao que está colocado, pois vivemos numa época onde a ordem é ceder. O que o coletivo de Medicina vem fazendo é não mais do que Brecht anunciava 50 anos atrás: resistir enquanto a ordem é ceder.

    Estamos juntos na luta!

  2. André Leite Says:

    Concordo plenamente com o colega Fernando, ah… adorei a criatividade no trecho “REI-tor”
    E dia 26 estaremos lá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: