Nossa História

Tudo começou quando um grupo de estudantes que fez parte da gestão 2008/2009 do CAMED-UFS (Centro Acadêmico de Medicina “Dr. Augusto César Leite” da Universidade Federal de Sergipe) organizou a Semana de Recepção dos Calouros 2009.1. Como de costume nessa gestão, a SRC foi regada a muitas discussões, oficinas, capacitações, conscientização sobre o Movimento Estudantil etc. E então, um grupo de estudantes, ainda pequeno, se interessou pelo ME e começou a participar das reuniões do Camed. Tal grupo se consolidou após a participação na ROEx (Reunião dos Órgãos Executivos da DENEM – Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina) na cidade de Salvador em março de 2009. Alguns dos recém chegados no curso de medicina mostraram um profundo interesse em atuar mais ativamente no Movimento Estudantil e foi decidido inclusive que o Camed-UFS sediaria o XIII EREM (Encontro Regional dos Estudantes de Medicina). Isso graças aos calouros, que se comprometeram em ajudar a organizar. Nessa mesma ROEx foi definida a Coordenação Regional Nordeste I, com a participação de Gabriel “Padeiro” e Leo, do DAMED-UFBA e de Adriana, do CAMED-UFS.

1 roex

ROEx Salvador 2009

Porém, o grupo começou a ganhar força mesmo com a organização do EREM. Vários estudantes começaram a comparecer às reuniões e começaram a integrar as comissões organizadoras. Inclusive alguns “pré-calouros” (os estudantes que entrariam no período 2009.2) começaram a participar e a se envolver na organização. No decorrer da construção do encontro, vários estudantes foram começando a criar uma identificação cada vez maior com o ME, além de se capacitar através de muita leitura e pesquisa sobre os temas que iriam rolar no EREM.  Tal identificação se concretizou definitivamente com a realização do encontro em si, que embora tenha tido a presença de poucos estudantes (aproximadamente 80) foi elogiadíssimo pelo teor de discussão e pela organização em si. Estava sendo reacendida a vela do Movimento Estudantil de Medicina na UFS.

2 erem

XIII EREM Aracaju

Logo após as férias, no início do período letivo 2009.9, esses mesmos estudantes se organizaram e se juntaram à gestão do Camed para construir a Semana de Recepção dos Calouros 2009.2. A recepção foi mais ou menos nos mesmos moldes da anterior, com muita discussão e participação do pessoal. Porém, o trabalho de conscientização teve que ser interrompido, pois estavam pra chegar as eleições para a gestão 2009/2010 do Camed e iria haver, depois de mais de 20 anos de chapa única, disputa de chapa.

3 src

Noite do Jaleco - Semana de Recepção dos Calouros 2009.2

Duas chapas concorreram às eleições: a chapa “Seja Realista: Peça o Impossível”, composta pelo grupo de estudantes da ROEx, EREM, SRC 2009.2 já citados acima, cujo blog com as propostas e outras informações ainda se encontra no ar (http://www.sejarealista.blogger.com.br);  e a chapa “Renovação com Integração”, composta por um grupo de estudantes com pouca ou nenhuma atuação no ME e que era composta, dentre outros estudantes, por membros da antiga gestão 2008/2009 que tocavam principalmente a Copamed (torneio esportivo de grande tradição no curso de medicina na UFS).

A chapa “Seja Realista: Peça o Impossível” estava com toda a empolgação possível para tocar um bom trabalho no Camed, visto o recente acúmulo que os estudantes vinham conseguindo. Embora fossem em sua maioria estudantes novos no curso, eram extremamente capacitados. Já haviam participado de várias RR (Reuniões da Regional Nordeste I), ROEx, EREM, CONEM (Congresso Nordestino de Educação Médica), ECEM (Encontro Científico dos Estudantes de Medicina) etc. Também estavam na chapa antigos membros da gestão 2008/2009 que se preocupavam em tocar o ME de fato. As propostas principais eram lutar pela reabertura dos estágios na rede pública, reaproximar os estudantes ao centro acadêmico, melhorar a comunicação e principalmente manter a aproximação com a DENEM e com os centros acadêmicos da Regional NE-1, com o intuito de unir forças no Movimento Estudantil.

4 chapa

A "Chapa do Impossível"

As eleições ocorreram e a chapa Renovação com Integração obteve 5 votos a mais nas urnas num processo eleitoral que foi muito mais do que complicado, que precisou da intervenção de membros das pró-reitorias da UFS e que foi recheado de inúmeros problemas que nem valem a pena serem citados aqui. Em suma, nós consideramos ANTI-ESTATUTÁRIA a “vitória” da chapa da Renovação.

Vão-se as instituições, ficam as lutas!

Passada a eleição, veio a necessidade por parte dos antigos membros da chapa “Seja Realista: Peça o Impossível” de descansarem mesmo. Foi quase um mês de processo eleitoral que acabou desgastando muito algumas pessoas. Veio um período de calmaria, muitos XXXurrascos e de grande resposta a uma frase dita por uma pessoa que agora compunha a atual gestão do Camed: “Quero ver se vocês continuarão unidos agora!”. Ah, sim. Continuamos. Ou melhor, nos unimos mais. Agregamos mais pessoas. Nos aproximamos de mais estudantes de outros cursos na UFS. Recuperamos o nosso fôlego. Nos reabastecemos. Enchemos de gás e voltamos com força total na luta pelo ME!!!

5 xxxurrasco

XXXurrasco

O grupo voltou a se reunir aos poucos, trazendo novamente a velha galera de rocha, como nós gostamos de dizer. Alguns estudantes estiveram presentes no Seminário do CENEPES (Centro de Estudo e Pesquisas em Educação e Saúde), mesmo sem contar com nenhuma ajuda por parte da atual gestão do Camed e tendo que desembolsar o próprio dinheiro para tentar representar os estudantes da UFS no encontro e trazer toda a bagagem que foi adquirida lá, nas discussões sobre educação médica, reforma curricular etc. O Camed, alegando priorizar a calourada, não mandou representantes e não compareceu ao Seminário.

Foi principalmente no Seminário que começamos a dar uma nova cara ao grupo que estaríamos criando. Conversamos sobre os objetivos do grupo, sobre o nome, formas de atuação, concretizamos o apoio e ação em conjunto da Regional NE-1 e da DENEM em si.

6 cenepes

No CENEPES - Ato público contra as Fundações Estatais de Direito Privado

E eis que agora está pronto, recém saído do forno, quentinho, pronto para abraçar todos os estudantes interessados em fazer parte da luta por melhorias na saúde, educação e sociedade em geral, o nosso coletivo “Seja Realista: Peça o Impossível”. Decidimos inclusive por manter o mesmo nome da chapa por acreditar que já estávamos com uma identidade criada e que seria impossível nos desvincularmos daquele grupo de pessoas, daquele ideal que permeou a composição da chapa. O que obviamente não impede a participação de pessoas que não estavam na nossa chapa e até mesmo a participação de membros da atual gestão do Camed interessados em obter algum acúmulo com essa galera que está cada vez mais experiente no Movimento Estudantil. O ideal é a participação de todos!!! Quanto mais gente participando melhor! Quanto mais gente na luta, mais rápidas e fáceis serão as vitórias!!!

7 srpi

Coletivo "Seja Realista: Peça o Impossível"

Pois é, pessoas, essa é resumidamente (mesmo com esse texto enorme ta tudo muito resumido, acreditem) a história de surgimento do nosso coletivo “Seja Realista: Peça o Impossível”. De agora em diante, só o futuro. Convidamos todos os estudantes a virem participar e fazer parte do que posteriormente se transformará em novas histórias, que ficarão guardadas na eternidade.

SAUDAÇÕES ESTUDANTIS!

COLETIVO “SEJA REALISTA: PEÇA O IMPOSSÍVEL”

2 Respostas to “Nossa História”

  1. Adriana Says:

    Um dia ouvi que era impossível tentar ” mudar a cabeça ” de um estudante de medicina. Refleti muito sobre isso, observando meus colegas e os estudantes como um todo que me rodeavam na universidade. No entanto, quando comecei a participar dos espaços da DENEM, percebi que ali existiam estudantes de medicina ” diferentes”, mas que ainda assim eram estudantes de medicina. Ouvindo diversos relatos, percebi que a grande maioria deles se modificou na universidade, quando teve a oportunidade de entrar em contato com realidades diferentes das que a sociedade e o senso comum haviam lhe apresentado. Após muitas vivências com essas pessoas maravilhosas, inteligentes, esforçadas e conscientes, eu mudei. Eu sou uma estudante de medicina que entrei na universidade cheia de preconceitos(lê-se tb pré-conceitos) sobre muitas coisas e que hoje, apesar de ainda ter muito a aprender e a trabalhar em mim mesma, me sinto feliz em dizer que o movimento estudantil mudou a minha vida e que tudo que eu pude e puder aprender com essa “escola”, quero poder compartilhar e semear com as pessoas que ainda não tiveram a oportunidade de ter esse contato.
    Um dia me disseram quer era besteira fazer Semana de Recepção de Calouros. Me disseram também que colocar discussões de temas em vez de brincadeiras pornográficas na recepção de calouros era chato. Me disseram que construir um EREM era perda de tempo…que viajar pra esses encontros o bom é só fazer farra e não participar dos espaços… que era melhor eu deixar essas coisas de lado e ir estudar… que eu me conformasse que as coisas nunca vão mudar. Felizmente tive provas de que nada disso é verdade e hoje vejo o quanto foi importante cada momentinho desses para a consolidação desse grupo maravilhoso que se formou! Tenho muito orgulho de ter feito parte da construção desse grupo, de ter vivido com essa galera as alegrias dos encontros semanais nas reuniões, dos churrascos, dos caroés, das reuniões extra-oficiais, das viagens, das listas com milhares de e-mails por dia… as angústias de construção de encontros, organização de atividades, disputa eleitoral… as tristezas dos problemas pessoais de cada um e que muitas vezes se tornam coletivos, dos momentos de injustiça como a perda das eleições, do desânimo e da decepção de ver a indiferença de tantos colegas de curso com a sociedade e com os próprios colegas que os rodeiam…. enfim! Tenho muito orgulho de ser parte de vocês, de estar com vocês e principalmente, de com vocês, formarmos um grupo de verdadeiros AMIGOS!
    Desejo que esse coletivo se frutifique cada vez mais para que possamos dar a todos a oportunidade de enxergarem o mundo sem a venda nos olhos que o senso comum e a sociedade nos impõem! Sei que muitos irão zombar ou achar que toda essa construção é uma perda de tempo… mas quem acredita na diferença que a LUTA por uma ideologia faz, É REALISTA e pede o IMPOSSÍVEL!

  2. Augusta Says:

    Voce é maravilhosa…………!!!!!!!!
    parabens!!!!!!!!!!!
    tenho muito orgulho de voce….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: